You are visiting a website that is not intended for your region

The page or information you have requested is intended for an audience outside the United States. By continuing to browse you confirm that you are a non-US resident requesting access to this page or information.

Switch to the US site

Este site utiliza cookies

Ao continuar usando este site, você aceita o uso de cookies. Para obter mais informações sobre cookies e a maneira como os usamos, veja nossa Política de Privacidade.

Nós satisfazemos as suas necessidades

A tecnologia de stent periférico da Getinge pode ajudar a fornecer resultados de stent revestido onde e quando você precisar.

 

Por que escolher um stent revestido e não um stent de metal exposto?

Estudos recentes, como o COBEST, demonstraram a eficácia do uso de stents revestidos (CS) em relação a stents de metal exposto (BMS) no tratamento de doença oclusiva aorto-ilíaca. Os resultados de 5 anos do COBEST mostraram que o CS tem a vantagem da desobstrução duradoura em relação ao BMS, tanto no curto quanto no longo prazo. O CS demonstrou uma desobstrução e um benefício de sobrevivência significativamente maiores quando comparado com o BMS, em lesões TASC C e D (p=0,003). Além disso, menos pacientes receberam revascularização do membro-alvo no grupo de CS do que os do grupo de BMS (p=0,02).

O Atrium Advanta V12 não está disponível nos EUA.

Conheça os resultados de 5 anos do COBEST

Por que a terapia endovascular deve ser a primeira linha de tratamento em pacientes com doença oclusiva aorto-ilíaca severa (TASC II C ou D)

Resultados superiores já foram relatados com o uso de stents revestidos em oclusões aorto-ilíacas. Oclusões ilíacas complexas de segmento longo e bilaterais podem ser tratadas com segurança por meios endovasculares com altas taxas de resolução de sintomas. O sucesso técnico inicial, a baixa morbidade e a durabilidade de médio prazo são comparáveis aos resultados da reconstrução aberta.

O tratamento endovascular usando stents primários deve ser considerada como tratamento de primeira linha para quase todos os pacientes com doença oclusiva aorto-ilíaca.

Leia mais sobre um estudo recente

Escolha o stent revestido que se adapta à anatomia específica de cada paciente

Com seu encapsulamento PTFE e design de célula aberta, o Atrium Advanta V12 pode ser personalizado para corresponder à anatomia de cada paciente. O V12 fornece opções para as diversas necessidades dos seus pacientes.

O Atrium Advanta V12 não está disponível nos EUA.

Saiba mais sobre o stent revestido com expansão por balão Advanta V12

As imagens são uma demonstração pictorial, não correspondendo a aplicações reais do produto. A pós-dilatação deve ser sempre feita de acordo com as orientações das Informações de Uso do Atrium Advanta V12.